Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
  • Mudar contraste
  • Acessível por Libras

O Tribunal Regional do Trabalho do Ceará foi destaque na Meta 10 do Plano Estratégico da Justiça do Trabalho 2016, que se refere ao índice de redução do acervo dos dez maiores litigantes. O Regional alcançou um índice de 129,41% em 2015 e 198,75% no ano passado, atingindo quase o dobro do percentual de cumprimento da meta.

A coordenadoria de Gestão Estratégica do Conselho Superior da Justiça do Trabalho ressalta que a 7ª Região julgou 1.233 processos a mais que o necessário para o alcance da Meta e que os 10 maiores litigantes em 31 de dezembro de 2015 eram: Banco do Brasil; Caixa Econômica Federal; Cocace Coop dos Caçambeiros Aut. do Estado do Ceará; Empresa Municipal de Limpeza e Urbanização; Itaú Unibanco Holding; Itaú Unibanco; Prefeitura Municipal de Fortaleza; Posco Engenharia e Construção do Brasil; South do Brasil - Serviços de Tele-atendimento, Comércio de Componentes Eletrônicos, Equipamentos de Telefonia e Comunicação; e Vicunha Têxtil.

O servidor Ênio Antônio Costa, da Secretaria de Gestão Estratégica do TRT/CE, destaca que houve um grande esforço para convocar os maiores litigantes e realizar as conciliações. “Identificados os grandes litigantes e obtida a relação dos processos, buscamos oportunizar a realização de conciliação com os reclamantes”, afirma.

Segundo Ênio, o TRT/CE realiza reuniões de Análise da Estratégia, a partir das quais faz avaliações e acompanha os resultados. “Nas reuniões são traçados planos de ação para o alcance de metas. Uma iniciativa que contribuiu para o alcance da Meta 10 foi a identificação dos maiores litigantes e o repasse das informações às varas do trabalho para que impulsionassem esses processos”, explica.

Como recomendações para que outros TRTs alcancem o mesmo sucesso nos anos posteriores, Ênio ressalta a importância de se fazer um trabalho em equipe, sempre com auxílio do desembargador gestor de metas e com o foco na conciliação. “É gratificante ver o TRT da 7ª Região alcançar a Meta 10, pois isso contribui para a melhoria da Justiça do Trabalho”, conclui.

Com informações do CSJT.