Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
  • Mudar contraste
  • Acessível por Libras

aposentado2.jpgO Tribunal Regional do Trabalho do Ceará – 7ª Região promoveu, na última quinta-feira, dia 6 de agosto, o I Encontro com Aposentados do TRT do Ceará, para discutir questões pertinentes à aposentadoria e qualidade de vida. Os participantes foram recebidos pelo Coral Sétima Voz, regido pela maestrina Jacqueline Sidney e pelo co-regente Gonzaga Mota, com o grupo apresentando três músicas: “Aquarela”, de Toquinho e Vinícius de Morais; “Peixe Vivo”, do folclore mineiro; e “Andança”, de Paulinho Tapajós.

Na abertura dos trabalhos, o presidente do TRT/CE, desembargador José Antônio Parente da Silva, deu destaque a algumas das ações e melhorias por que o Tribunal tem passado em sua gestão. Entre as ações citadas estão a Reestruturação Administrativa que teve por objetivo garantir a melhoria do trabalho dentro do Tribunal; o Leilão Público Unificado; o Juízo Auxiliar das Execuções; o Sistema de Mutirões; a Agência Regional da SRTE/CE no Fórum Autran Nunes; a Conciliação dos Feitos em Segundo Grau; a Sala-Cofre; o projeto SUAP; a capacitação dos profissionais; o programa de TV “De Fato e de Direito”; o Prêmio Nacional TRT 7 de Jornalismo; o Estatuto de Ética Profissional do Servidor do TRT da 7ª Região; a publicação da Consolidação dos Provimentos; a instalação da Comissão de Gestão Ambiental; a Agenda 7 de Cultura; o “Fale com o Presidente”; os convênios com Caixa e Banco do Brasil para financiamento imobiliário; o I Encontro de TRTs do Nordeste e a ampliação do TRT, tanto no Segundo Grau com ampliação no número de desembargadores de oito para catorze, e na criação de 159 vagas para Analista e Técnico Judiciário por meio de concurso público quie será realizado em outubro deste ano.

b_0_200_16777215_0_0_images_stories_2009_agosto_aposentado1.jpgSobre a criação do Posto Avançado de Aracati, ocorrida em março deste ano, o presidente ressaltou que o feito está mostrando que será possível criar, pelo menos, mais dois postos, ampliando o acesso da população aos serviços do TRT Ceará. “Temos planos para criar Postos Avançados nas cidades de Acaraú e Maranguape, já que essas cidades representam pólos de aproximação das populações dessas localidades e das cidades vizinhas. E já temos a indicação positiva das Prefeituras das duas cidades”, afirmou.

Durante o encontro, realizado no Auditório do TRT/CE, a professora Cláudia Molinari, psicóloga com pós-graduação em Didática do Ensino Superior e Administração de Empresas, ministrou a palestra intitulada “Qualidade de Vida”. Temas relacionados ao lazer, trabalho, viagens, alimentação e qualidade afetiva foram dispostos na explanação. “Nós não podemos nos acomodar. Temos que desempenhar atividades, exercitando o nosso corpo e a mente e temos que nos afastar de tudo o que nos faz mal e ao próximo”, afirmou a professora.

aposentado.jpgO secretário geral da Presidência do TRT/CE, juiz Inocêncio Uchoa, falou sobre sua experiência antes da aposentadoria e declarou: “Esse é um momento muito importante para nós”. Sobre o encontro, o magistrado explicou que “o TRT do Ceará quer saber o que os aposentados gostariam que fosse feito para atender aos interesses daqueles que trabalharam uma vida inteira pela instituição e como ampliar e estender esse relacionamento mesmo depois que conquistam o direito à aposentadoria. Além deles, queremos que os sindicatos e entidades presentes dêem suas propostas sobre como deve ser a nossa administração”. Inocêncio Uchoa fez questão de lembrar a coleta de seis toneladas de alimentos e roupas para as vítimas das enchentes provocadas pelas chuvas no Ceará “como uma demonstração de que é possível mobilizar os que fazem a instituição com o objetivo de prestar serviços à população do nosso Estado”, finalizou.