Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
  • Mudar contraste
  • Acessível por Libras

b_0_200_16777215_0_0_images_comunicacao_imagens_site_2019_04_abril_2019_medalha1.jpg

O procurador do Ministério Público do Trabalho no Ceará Carlos Leonardo Holanda Silva recebeu, na manhã desta quarta-feira (10/4), a Medalha da Ordem Alencarina do Mérito Judiciário do Trabalho, no grau de Oficial. A condecoração é ofertada pelo Tribunal Regional do Trabalho do Ceará a personalidades que se destacam no ramo do Direito ou pelos serviços prestados em prol da Justiça do Trabalho. A cerimônia de entrega ocorreu na sede do TRT/CE, em Fortaleza, com a presença de servidores, desembargadores e do presidente do órgão, desembargador Plauto Porto.

Veja mais fotos aqui.

O procurador recebeu a Medalha no grau Oficial
O procurador recebeu a Medalha no grau Oficial

A entrega da Medalha foi realizada pela desembargadora Fernanda Uchoa, autora da proposição da homenagem. A magistrada justificou sua escolha ao ressaltar a importância dos membros do Ministério Público do Trabalho. “Muitas conquistas no Direito do Trabalho só são possíveis com o apoio do MPT”, declarou.

Ao receber a condecoração, o procurador Leonardo Holanda relembrou sua carreira no âmbito jurídico. “Tenho 22 anos de militância na área trabalhista. Receber esta Medalha das mãos de autoridades com quem já participei de audiências quando era advogado é uma enorme honra”, agradeceu, referindo-se aos magistrados presentes.

O homenageado foi indicado para receber a Medalha em 2017, junto com outros 28 agraciados. Por motivo de força maior, o procurador do trabalho não pôde comparecer à solenidade oficial de entrega, ocorrida em dezembro daquele ano, razão pela qual recebeu a condecoração somente agora.

Leonardo Holanda é procurador do trabalho há 16 anos
Leonardo Holanda é procurador do trabalho há 16 anos

Currículo – Carlos Leonardo é procurador do MPT-CE com 16 anos de carreira. Foi procurador-chefe no biênio 2015-2017, período marcado pela inauguração da nova sede do órgão. Natural de Fortaleza, já atuou no MPT também no Pará e no Piauí. É formado em Direito pela Universidade Federal do Ceará, com especialização em Direito e Processo do Trabalho pela Universidade de Fortaleza. Atua como representante regional da Coordenadoria Nacional de Combate ao Trabalho Escravo.

Comenda - A Ordem Alencarina do Mérito Judiciário do Trabalho foi instituída em 1993 com o objetivo de homenagear personalidades que se destacam no Direito do Trabalho ou prestam relevantes serviços à Justiça do Trabalho. A comenda é entregue a juristas eminentes, personalidades nacionais e estrangeiras, instituições, servidores públicos e pessoas que, por seus méritos, tenham se tornado dignas de distinção. A honraria, que é entregue a cada dois anos, é dividida nos graus Grã-Cruz, Grande Oficial, Comendador, Oficial e Cavaleiro. A próxima entrega da Medalha da Ordem está prevista para dezembro deste ano.

Veja mais fotos aqui.