• Selo 100% PJe
  • Instagram
  • SoundCloud
  • Youtube
  • Facebook
  • Twitter
  • Flicker

Justiça do Trabalho do Ceará tem um dos melhores programas de estágio do Brasil, segundo CIEE

A Justiça do Trabalho do Ceará ficou na primeira colocação do 11º Prêmio CIEE Melhores Programas de Estágio, ocorrido no dia 25 de junho. O TRT/CE concorreu na categoria das Organizações Públicas Federais e do Poder Judiciário com mais de 301 estagiários. Participaram do ranking 719 empresas e órgãos públicos de todo o Brasil. A cerimônia de premiação aconteceu virtualmente e foi apresentada pelo jornalista Carlos Nascimento.

Pesquisa

No ano de 2019, através de parceria com o Centro Integrado Empresa Escola (CIEE), 719 empresas e instituições públicas participaram de pesquisa aplicada pelo Ibope Inteligência. Responderam ao questionário 17.044 estagiários de nível médio ou técnico e superior, no período de 24 de outubro de 2019 a 6 de janeiro de 2020. Os estagiários da Justiça do Trabalho do Ceará também participaram da avaliação, mediante o recebimento de link, por e-mail ou mensagem, que dava acesso ao questionário.

O objetivo da enquete era identificar quais organizações oferecem os melhores programas de estágio. Os participantes tinham que responder seis perguntas relacionadas ao seu perfil, uma questão sobre a satisfação com o estágio e 30 atributos de avaliação do programa. A partir da análise dos dados, também pôde ser auferido que 72% dos estagiários respondentes ajudam no sustento da família e 67% pertencem a famílias que ganham até três salários mínimos.

Premiação

A premiação consiste no reconhecimento das organizações públicas, privadas, sociedades de economia mista e entidades do terceiro setor que se destacaram na formação e treinamento de jovens profissionais, colaborando para as suas efetivas inserções no mercado de trabalho.

O TRT/CE receberá um troféu e poderá utilizar o selo de reconhecimento de organização que oferece programa de estágio de excelência.

Trabalho de equipe

“O resultado se deve em primeiro lugar ao excelente clima organizacional que predomina em nossas unidades judiciárias e administrativas, que faz com que o estudante se sinta acolhido e motivado a colocar em prática o seu aprendizado”, assegura o diretor da Divisão de Informações Funcionais do TRT/CE, Luiz Carlos Machado.

Outros fatores apontados pelo gestor referem-se à excelência na gestão do Setor de Estágio, apoio técnico do CIEE e aos critérios de seleção dos estagiários. “Fico muito grato à Administração do Tribunal, que, em meio a tantas restrições orçamentárias, reconhece a importância e manutenção do Programa de Estágio”, finaliza Luiz Carlos.

Neuza Sucupira, chefe da Seção de Estágio, ao lado de Darlene Nascimento e Ana Kelley, estagiárias
Neuza Sucupira, chefe da Seção de Estágio, ao lado de Darlene Nascimento e Ana Kelley, estagiárias

Seção de Estágio

O TRT/CE possui atualmente 261 vagas para estagiários de nível superior e 43 de nível médio, totalizando 304 vagas no ano de 2020.

A chefe da Seção de Estágio, Adalgiza Neuza Sucupira, atribui a primeira colocação nos programas de estágio ao envolvimento de todos os setores da administração do TRT/CE, especialmente à Presidência, à Diretoria Geral, à Divisão de Informações Funcionais, à Secretaria de Gestão de Pessoas e ao Projeto Fada Madrinha, além do empenho dos estagiários colaboradores do seu Setor no crescimento dos jovens.

“Viemos evoluindo juntos sempre em busca de oferecer aos estagiários a melhor oportunidade para que obtenham sucesso em suas futuras profissões, mas sabemos que podemos melhorar e caminhar em busca da excelência”. Neuza Sucupira ressalta, ainda, a importância da parceria com o CIEE. “Estou muito feliz e realizada com o reconhecimento e pela premiação do CIEE, empresa que trabalha há anos com o nosso Tribunal com muito afinco, presteza e seriedade”, conclui a gestora.

Depoimentos

“O estágio chegou no momento certo da minha vida. Entrei sem saber de nada, não tinha nenhum curso. Foi meu primeiro estágio. O que eu aprendi vai me fortalecer, vou levar para o resto da vida. Só tenho a agradecer pela oportunidade que vocês me deram, pois eu era uma pessoa que não acreditava em mim, mas o estágio me ajudou bastante. Eu amo cada um do setor, amo cada detalhe, cada dedicação e eu vou levar para sempre no meu coração tudo que eu aprendi no estágio”.
Ana Kelley Dias de Melo é estagiária da Seção de Estágio, tem 23 anos, cursa o ensino médio, tem esposo e duas filhas. Iniciou o estágio em março de 2019.

“O aprendizado conquistado durante minha passagem no Tribunal me proporcionou aplicação prática da teoria aprendida nos livros e nos bancos da faculdade. Essa conquista do prêmio representa a humanidade presente dentro do Tribunal. Por onde eu passei (Secretaria do Pleno), sempre fui tratado como alguém que significava muita coisa ali dentro. Garantir que o estagiário se sinta útil e importante dentro do ambiente de trabalho do Tribunal é uma qualidade que vai sempre colocar o programa de estágio do TRT/CE como um dos melhores do Brasil.
Jonh Lenon Pereira da Silva tem 30 anos, estagiou por quase dois anos na Secretaria do Pleno. Concluiu o estágio no final de 2019, momento que se formou no curso de Direito.